terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Currículo

Ademiro Alves de Sousa
(São Paulo – S.P - 1983).

Sacolinha, nome artístico de Ademiro Alves de Sousa.
Graduado em Letras pela Universidade de Mogi das Cruzes.

TRAJETÓRIA
2002:
Março:
Começa a pegar gosto pela leitura.

Junho: Começa a escrever.
Dezembro: Cria o Projeto Cultural Literatura no Brasil.

2003:
Setembro:
É premiado no 2° Concurso “ARTEZ”, com o conto urbano “Um dia comum”.


2004:
Abril:
Começa a escrever o seu primeiro livro.

Maio: Participa da revista Caros amigos "especial" ato III.
Outubro: Participa da coletânea “ARTEZ” vol. V - Meireles editorial.
Novembro: Termina a produção do seu primeiro livro.
Dezembro: Assume a presidência do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Sócio cultural Negro Sim.
Escreve o conto “Pacífico Homem Bomba” que foi adaptado para o teatro.
Participa da Antologia “No limite da palavra”; editora Scortecci.
Participa da antologia poética: “O Rastilho da Pólvora” do Projeto Cooperifa, (Cooperativa Cultural da Periferia).

2005:
Janeiro:
É convidado para assumir a Coordenadoria Literária na Secretaria Municipal de Cultura de Suzano – SP.

Março: Assume oficialmente a Coordenadoria Literária em seu município.
Abril: Seu estilo literário começa a ser estudado em universidades:
USP- Universidade de São Paulo.
UMC- Universidade de Mogi das Cruzes.
Anhembi Morumbi - SP
Universidade Metodista - SP
Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Maio: Cria o sarau Pavio da Cultura.
Agosto: Lança oficialmente o seu primeiro livro. O romance contemporâneo “Graduado em Marginalidade” em Suzano – SP, pela editora Scortecci.
Lança o “Graduado em Marginalidade” em Cambuí, Minas Gerais.
Setembro: Escreve o posfácio do livro “O trem – Contestando a Versão Oficial”, do escritor Alessandro Buzo.
Outubro: Começa a vender livros nas noites de São Paulo.
Inicia a produção do seu segundo livro: “85 Letras e um Disparo”.
Novembro: Produz o Vídeo-documentário do Projeto Cultural Literatura no Brasil.
Dezembro: Lança em parceria com a Prefeitura de Suzano a revista “Trajetória Literária”, que reúne 20 escritores inéditos e é resultado do 1º Concurso Literário de Suzano.
Participa do livro Cadernos Negros vol. 28 – Contos Afro-Brasileiros.
Recebe o “1º Prêmio Cooperifa”.
Funda oficialmente a Associação Cultural Literatura no Brasil, antes com o nome de “Projeto Cultural Literatura no Brasil”.
Trouxe para a cidade de Suzano os escritores Moacir Sclyar, Ignácio de Loyola Brandão e Fernando Bonassi.

2006:
Fevereiro:
Ingressa no Curso de Letras da Universidade de Mogi das Cruzes.

Março: Finaliza a produção do seu segundo livro, “85 Letras e um Disparo”.
Abril: Começa a produzir o seu terceiro livro, o romance “Estação Terminal”.
Escreve o conto “Devaneio” para a “Revista Palmares” – Cultura Afro-Brasileira nº 2 da Fundação Cultural Palmares – Governo Federal.
Maio: Inicia um projeto com uma série de palestras em escolas públicas e presídios, com o objetivo de incentivo à leitura.
Agosto: Lança a sua segunda obra, “85 Letras e um Disparo” - livro de contos, pela editora Ilustra, em Suzano, SP.
Setembro: É jurado da Seleção Cadernos Negros, volume 29.
Novembro: Recebe dois prêmios literários na Universidade Mogi das Cruzes.
Dezembro: Novamente em parceria com a Prefeitura de Suzano lança a revista “Trajetória Literária II” – Contos selecionados. Projeto que reúne 10 escritores inéditos. Aqui, além da organização geral, também fez o trabalho de revisão.
Participa da antologia Cadernos Negros vol. 29 – Poemas Afro-Brasileiros.
Recebe o “2º Prêmio Cooperifa”.
É jurado do 1º Concurso literário de contos e poesias da FEBEM (Fundação Estadual para o Bem Estar do Menor), atual Fundação CASA.

2007:
Fevereiro:
Cria dentro da Associação Cultural Literatura no Brasil, o projeto “Sarau nas escolas” que percorre diversas escolas ao longo do ano.

Abril: Lança em parceria com a Prefeitura de Suzano a antologia “Novos Talentos da Literatura Brasileira”, que reúne 20 escritores inéditos. Aqui, além da organização geral, também fez o trabalho de revisão.
Setembro: Escreve o prefácio do livro “Noite Adentro” de Robson Canto.
Lança oficialmente o I Concurso de Literatura Erótica da Região do Alto Tietê.
Outubro: Concede entrevista ao Programa do Jô, da Rede Globo de Televisão.
Seus projetos literários junto com sua escrita são temas de trabalhos dos alunos de jornalismo da Faculdade Mackenzie – SP.
Novembro: Lança a segunda edição do livro “85 Letras e um Disparo” pela Global editora.
Inicia a escrita do romance infanto-juvenil “Peripécias de Minha Infância”.
Dá entrevista para as seguintes rádios:
CBN – Programa Revista CBN
Band News
Rádio Globo
Rádio ABC
Rádio Metropolitana
Seus livros são temas de teses das faculdades:
UniCEUB: Centro Universitário de Brasília
PUC – Campinas
University of Utrecht – Faculty of Social Sciences - Holanda

Dezembro: Em parceria com a Ong. Ação Educativa lança a antologia “Literatura no Brasil” que contém poesias e contos dos membros da Associação Cultural Literatura no Brasil. Aqui, além da organização geral, também escreveu a apresentação e dois textos para compor a obra.
Participa da antologia Cadernos Negros vol. 30 – Contos Afro-Brasileiros.
Recebe o “3º Prêmio Cooperifa”.

2008:
Janeiro:
Ministra oficina de incentivo à leitura para 120 professores da rede pública de Suzano.

Fevereiro: Lança em parceria com a Prefeitura de Suzano a revista “Trajetória Literária III” que reúne 20 escritores inéditos. Aqui, além da organização geral, também fez o trabalho de revisão e assinou o prefácio.
Março: Participa do seminário “Cadernos Negros – Três décadas” um momento histórico do movimento negro de São Paulo.
Abril: Num momento histórico leva para a cidade de Suzano o maior nome da cultura popular brasileira, Ariano Suassuna.
Participa da Revista GRAP – Grafite e poesia, com o poema “Sedução”.
É convidado pela Prefeitura Municipal de Guarulhos para ministrar a oficina “Literatura e Técnicas de redação” na Biblioteca Monteiro Lobato.
Maio: Participa da revista Catarse – publicada pelo grupo de teatro “Neura”.
A poesia “A noite te convida” e o conto “Os prazeres de Sara” ambos de sua autoria, são publicados na antologia “Cadernos Negros – Três décadas” publicação que reúne os 30 anos da Literatura Afro-Brasileira.
Junho: Participa ativamente do VII Congresso DST/Aids em Florianópolis, apresentando o projeto “Pavio Erótico” como um instrumento cultural de combate às DST.
Lança em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Suzano o livro “Amor Lúbrico – Textos para serem lidos na cama” que reúne 22 autores de todo o Estado de São Paulo.
Julho: Numa iniciativa de descentralização da cultura no município de Suzano, o prefeito Marcelo Candido cria três novos centros culturais. O escritor Sacolinha é convidado para assumir a coordenação do Centro Cultural Boa Vista.
Ministra oficina de incentivo à leitura para 90 professores da rede pública de Suzano.
Agosto: Concede entrevista para o programa Manos e Minas da TV Cultura e para a revista Vida Simples.
Visita a cidade de Passo Fundo - RS, onde ministra palestras e seminários sobre seu livro "85 Letras e um Disparo" em escolas, universidades e unidades do SESC.
Setembro: Cria em Suzano o projeto “Fogueira, Literatura e Pipoca” mais uma iniciativa de incentivo à leitura, ao debate e ao fazer literário.
Dezembro: Participa da antologia Cadernos Negros vol. 31 – Poemas Afro-Brasileiros.
Recebe o “4º Prêmio Cooperifa”.
Participa da revista “Não Funciona” nº18
Produz o Vídeo-documentário Literatura no Brasil vol. II
Lança em parceria com a Prefeitura de Suzano a revista “Trajetória Literária IV” que reúne 22 escritores inéditos. Aqui, além da organização geral, assinou o prefácio.
Conclui o Curso de Letras na Universidade de Mogi das Cruzes – SP.

2009
Janeiro:
Escreve o romance ecológico “O Homem que não mexia com a natureza”.

Concede entrevista para o programa "Provocações" da TV Cultura.
Concede entrevista para o jornal Diário de São Paulo
Concede entrevista para a rádio DS FM – Suzano – SP.
Casa-se com Irlandia Freitas dos Santos, com quem manteve um relacionamento desde 2003.
Ministra oficina de incentivo à leitura para 50 professores da rede pública de Suzano.
Fevereiro: Cria o projeto “Varal Literário” que divulga escritores e poetas de Suzano.
Abril: Traz para Suzano o escritor e roteirista Paulo Lins.
Lança o 5º Concurso Literário de Suzano aberto a todo o Brasil.
Julho: Concede entrevista e é matéria de capa do jornal Boletim do Kaos.
Nasce Alanda Alves de Freitas, sua primeira filha.
Ministra oficina literária no Sesc Consolação - SP.
Agosto: Ministra oficina literária na Casa das Rosas – SP.
Outubro: Entre 2 mil projetos o livro Peripécias de Minha Infância de sua autoria é selecionado pela Bolsa FUNARTE de Criação Literária. A Fundação Nacional de Artes é um órgão do Ministério da Cultura – Governo Federal. Com essa bolsa o autor se dedica integralmente na produção do livro durante um período de 6 meses.
Novembro: Lança a 2ª edição do romance Graduado em Marginalidade pela editora carioca Confraria do Vento.
Dezembro: Participa da antologia Cadernos Negros vol. 32 – Contos Afro-Brasileiros.
Produz o Vídeo-Literatura com oito integrantes da Associação Cultural Literatura no Brasil interpretando seus próprios textos.
Lança em parceria com a Prefeitura de Suzano a revista “Trajetória Literária V”que reúne 22 escritores inéditos. Aqui, além da organização geral, assinou o prefácio.
O livro Estação Terminal é selecionado pelo ProAC nº 15 (Programa de Ação Cultural) da Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado de São Paulo, para produção e publicação.

2010
Janeiro:
Conclui a escrita de “Peripécias de Minha Infância”.

Deixa o Centro Cultural Boa Vista para assumir a coordenação do Pavilhão da Cultura Afro Brasileira– Zumbi dos Palmares, espaço cultural focado na temática racial.
Fevereiro: Em parceria com o escritor e cordelista Francis Gomes cria o projeto “Livro na Porta” que visita as escolas estaduais da região do Alto Tietê expondo livros à venda de autores regionais.
Abril: Levou para a cidade de Suzano os escritores Milton Hatoum, Zuenir Ventura, Chacal e João Carlos Marinho.
Lança o 6º Concurso Literário de Suzano – Edição Carolina Maria de Jesus, aberto a todo o Brasil.
Implanta o Ponto de Cultura “Círculo das Letras”, um Centro Cultural na periferia do Jardim Revista em Suzano voltado para a Literatura.
Maio: Finaliza a produção do romance Estação Terminal.
Julho: Inicia a produção do projeto de áudio “CD de Literatura”.
Agosto: O romance Graduado em Marginalidade é adotado pele rede de ensino SESI/Suzano para leitura obrigatória.
Faz lançamento duplo dos livros: Estação Terminal (romance) e Peripécias de Minha Infância (infanto-juvenil) e percorre todo o estado de São Paulo com o projeto “Caravana de Lançamentos” visitando cerca de 40 saraus.
Outubro: É convidado pela UNESCO e pelos Ministérios da Justiça, Cultura, Educação e Desenvolvimento Agrário, para desenvolver o projeto “Uma janela para o mundo”, que incentiva à leitura para agentes e internos no Sistema Penitenciário Federal.
Novembro: Inicia o projeto “Uma janela para o mundo” em parceria com a escritora paraibana Maria Valéria Rezende.
Dezembro: Lança em parceria com a Prefeitura de Suzano a revista “Trajetória Literária VI” que reúne 22 escritores inéditos. Aqui, além da organização geral, assinou o prefácio.



2011


Janeiro: Realiza uma série de saraus nas unidades da Fundação Casa em São Paulo.
Fevereiro: Organiza e lança o CD de Literatura, projeto de áudio e vídeo onde 17 escritores da Associação Cultural Literatura no Brasil interpretam seus próprios textos sem o auxílio de arranjos musicais, usando somente a voz e a entonação.
Cria o projeto Comunidade do Conto, que incentiva a produção literária através de encontros mensais temáticos.
Março: Participa da antologia “Je Suis Favela” publicada na França com participação de nove autores brasileiros.
Abril: Levou para a cidade de Suzano os escritores Fernando Gabeira, Ivana Arruda Leite e Sérgio Vaz.
Lança o 7º Concurso Literário de Suzano – Edição Moacyr Scliar, aberto a todo o Brasil.
Maio: Participa da Feira Literária Internacional de Poços de Caldas (Flipoços) MG.
É contratado pela Prefeitura de São Paulo para ministrar palestras através do Sistema Municipal de Bibliotecas nas unidades da cidade de São Paulo, dentro do projeto “O autor na biblioteca”.
Junho: A rede DS de Comunicação da cidade de Suzano cria a promoção Diário de Suzano + Escritor Sacolinha, onde os assinantes do jornal compram os livros do autor por um preço especial.
Setembro: O livro de contos Manteiga de Cacau é selecionado pelo ProAC (Programa de Ação Cultural), da Secretaria de Estado da Cultura do Governo do Estado de São Paulo, para produção e publicação em maio de 2012.
Outubro: Realiza a 2ª fase do projeto “Uma janela para o mundo – Leitura nas prisões”, que incentiva à leitura para agentes e internos no Sistema Penitenciário Federal.
Novembro: É contratado pelo Governo do Estado de São Paulo para ministrar oficinas de criação literária nos municípios paulistas, por meio do projeto Viagem Literária.
Participa como palestrante do evento Balada Literária – Pinheiros/SP
Dezembro: Lança em parceria com a Prefeitura de Suzano a revista “Trajetória Literária VII” que reúne 22 escritores inéditos. Aqui, além da organização geral, assinou o prefácio.
Participa da antologia Cadernos Negros vol. 34 – Contos Afro-Brasileiros.


2012


Janeiro: Organiza e lança o CD de Literatura II, desta vez com 24 escritores, selecionados nas edições de agosto, setembro e outubro do sarau Pavio da Cultura.
Organiza e lança a antologia Comunidade do Conto, com seis autores.
Março: Lança o 8º Concurso Literário de Suzano – Edição Cora Coralina, aberto a todo o Brasil.
Abril: Promove o 1º Salão Internacional do Livro de Suzano, em parceria com a Prefeitura Municipal e com a empresa Spoladore Eventos.
O romance infanto-juvenil Peripécias de Minha Infância vira peça infantil através do grupo Laboratório de Manipulação.
Trouxe para a cidade de Suzano escritores e artistas como Antônio Abujamra, Antônio Skármeta, Maria Valéria Rezende, Heródoto Barbeiro, Menalton Braf, Marçal Aquino, Conceição Evaristo, Audálio Dantas e Rappin Hood.
Junho: Lança seu quinto livro, “Manteiga de Cacau”, com 12 contos que tratam das crises e conflitos do universo masculino.
Setembro: Lança em parceria com a Prefeitura de Suzano a revista “Trajetória Literária VIII” que reúne 22 escritores inéditos. Aqui, além da organização geral, assinou o prefácio.
Profere palestra para os alunos do curso de Letras da UNICAMP.
Outubro: Em quatro meses de lançamento o livro “Manteiga de Cacau” vendeu quatro mil exemplares.
Profere palestra na 3ª edição do Salão do Livro de Presidente Prudente/SP.
Novembro: Participa de mesa temática no Simpósio de Letras (SIMPOL) da Universidade de Suzano.
Dezembro: Após oito anos como Coordenador Literário da Prefeitura de Suzano, deixa o cargo para se dedicar exclusivamente à sua carreira literária.


2013
Abril: Lança s sua biografia “Como a água do rio” editada pela Aeroplano Editora, dentro da coleção Tramas Urbanas.
Maio: Ministra em Suzano a oficina de criação literária “Literatura e Técnicas de Redação”.
Julho: Organiza junto com artistas da cidade de Suzano a 1ª Conferência Livre de Cultura, pois o poder público local se omitiu e não realizou a conferência.
Outubro: A convite da prefeitura de Mogi das Cruzes ministra oficina de leitura e escrita no Conjunto Jefferson, durante três meses. Como resultado final publica o fanzine 100% Jé, com as poesias dos meninos e das meninas de 10 à 16 anos.
Novembro: Convidado no projeto Viagem Literária circula pelas cidades de Rancharia, Piedade, Bastos, Palmital e Cerqueira César, ministrando palestras e divulgando seus livros.
É selecionado no edital do ProAC (Programa de Ação Cultural) em criação literária com o livro de contos “Brechó, Meia noite e Fantasia”.
Dezembro: Concede entrevista coletiva à imprensa para anunciar um pacote de projetos literários que beneficiará toda a região do Alto Tietê, formada por 11 municípios.
Participa, como palestrante, do projeto “Troca, troca de livros” da prefeitura da cidade do Rio de Janeiro.
 
2014
Março: Traz para Suzano o escritor João Anzanello Carrascoza.
É convidado a participar da criação do seriado Rua 9, projeto cinematográfico, como escritor argumentista.
Realiza o projeto “Comunidade do conto” dentro da Escola Estadual Oswaldo de Oliveira Lima, com uma oficina de criação literária e 4 edições da comunidade do conto, atingindo alunos e professores.
Maio: Participa como palestrante da FLIST – Feira Literária de Santa Teresa, no Rio de Janeiro.
Organiza e coordena o 1º Encontro de Autores Regionais, que movimentou a cidade de Suzano e trouxe autores de todas as 11 cidades do Alto Tietê. O projeto foi realizado entre os meses de fevereiro à maio e culminou com o evento final nos dias 29, 30 e 31 de maio, com visitação escolar e da comunidade local e regional.
Organiza a antologia Prosa rio abaixo, com 14 autores contistas do Alto Tietê, resultado da oficina de criação literária com o escritor João Anzanello Carrascoza.
Coordena a produção do Vídeo Literatura vol. III.
Julho: Participa, como palestrante convidado, do projeto “Quem Lê Enxerga Melhor” na Fábrica de Cultura do Jd. São Luiz – Zona Sul – SP.
Agosto: Inicia o projeto “Sarau da B” na cidade de Guarulhos – SP, onde coordena um sarau com vários artistas da cidade e do Alto Tietê.
Outubro: Participa, como palestrante convidado, do III Colóquio “Crítica da Cultura – A Política e as Letras” da Universidade Federal de São João Del Rei – MG.


2015

Junho: Ministra oficina de Criação Literária na “Biblioteca São Paulo”.
Outubro: Participa, como escritor convidado, do projeto Estante Viva, do Sesc Belenzinho – SP.
Novembro: Ministra palestra sobre seu livro “Estação Terminal” no Festival do Livro de São Miguel.

2016

Fevereiro: Inicia o projeto de sua autoria “Literatura das Bordas – Palestra Espetáculo” onde, entre os meses de fevereiro e abril, percorre junto com o cordelista Francis Gomes, 5 municípios nas 4 regiões do Brasil: Rio Branco – AC, Candelária – RS, João Pessoa – PB, Farias Brito – CE e Berilo – MG.
Inicia o projeto “Fanzine Vasto” dentro do projeto “Comunidade do Conto” que culmina na publicação de 4 edições do fanzine, sendo hum mil exemplares por edição.


Sacolinha é agitador cultural. Faz palestras, desenvolve eventos de literatura e ministra oficinas literárias e de incentivo à leitura.


PUBLICAÇÕES

Obra individual:
- Graduado em marginalidade. 1ª ed. São Paulo: Scortecci Editora, 2005;
- 85 Letras e um Disparo. 1ª ed. São Paulo: Editora Ilustra, 2006;
- 85 Letras e um Disparo. 2ª ed. São Paulo; Global Editora, 2007.;
- Graduado em marginalidade. 2ª ed. Rio Janeiro: Confraria do Vento Editora, 2009;
- Peripécias de Minha Infância. 1ª ed. São Paulo: Editora Nankin, 2010;
- Estação Terminal. 1ª ed. São Paulo: Editora Nankin, 2010;
- Manteiga de Cacau. 1ª ed. São Paulo: Editora Ilustra, 2012;
- Como a água do rio. 1ª ed. Rio de Janeiro: Editora Aeroplano, 2013.

Traduções:

- Je Suis Favela: 22 nouvelles inédites sur la favela. 1ª ed. Paris: Anacaona Editions, 2011;

- Io sono favela - racconti della letteratura brasiliana marginale contemporanea: 1ª ed. Itália: Anacaona Editions, 2012;
- NO-Retornable. Revista Eletrônica. Buenos Aires. 2012;
- ¡Cuidado con los poetas! Antología de Literatura Marginal de la Ciudad de San Pablo. 1ª ed. Buenos Aires; Tinta Limón Ediciones, 2014.


Participou das seguintes antologias:
- No limite da palavra. São Paulo: Scortecci Editora, 2004;
- Artez - antologia literária e artística (vol. V). São Paulo: Meireles Editorial, 2004;
- Rastilho de pólvora - antologia poética do sarau da Cooperifa. São Paulo: ed. dos autores, 2005;
- Cadernos Negros volumes 28, 29, 30, 31 e 32 - contos e poemas afro-brasileiros (orgs. Esmeralda Ribeiro e Márcio Barbosa). São Paulo: Quilombhoje, 2005, 2006, 2007, 2008 e 2009;
- Antologia novos talentos da literatura brasileira. (org. Ademiro Alves – Sacolinha). São Paulo: Prefeitura Municipal de Suzano, 2007;
- Antologia Literatura no Brasil. São Paulo: Editora Ilustra, 2007;
- Antologia Amor Lúbrico – textos para serem lidos na cama. (org. Ademiro Alves - Sacolinha). São Paulo: Prefeitura Municipal de Suzano, 2008;
- Cadernos Negros – Três décadas. (orgs. Esmeralda Ribeiro e Márcio Barbosa). São Paulo: Quilombhoje: Seppir, 2008;
- Racismo: São Paulo fala – cartas selecionadas da campanha cultural 120 anos de abolição. São Paulo: Governo do Estado de São Paulo, 2008;
- Antologia sarau afro-mix (orgs. Esmeralda Ribeiro e Márcio Barbosa). São Paulo: Quilombhoje, 2009;
- Sarau do Binho. São Paulo: Edição independente, 2012;
- O que dizem os Umbigos. São Paulo: Edição independente, 2013;
- Antologia Prosa rio abaixo. (org. Ademiro Alves – Sacolinha). São Paulo: Editora Ilustra, 2014;


Prefaciou os seguintes livros:
- O trem – contestando a versão oficial. (autor: Alessandro Buzo). São Paulo: Editora Edicon, 2005;
- Noite adentro. (autor: Robson Canto). São Paulo: Edições Toró, 2007;
- Ecos do Silêncio (autor: Francis Gomes). São Paulo: All Print editora, 2011;
- Rastros de Palavras (autor: Hugo Paz). São Paulo: Editora Linear B, 2011;
- Memórias de Onã, de Marco Maida. São Paulo: Edição do autor, 2011;
- Não temos muito tempo, de Mano Cákis. São Paulo: Edição do autor, 2011;
- Sempre juntos, de Maria Lúcia. São Paulo: Editora Ilustra, 2014;
- Coroações, Débora Garcia. São Paulo: Editora Quilombhoje, 2014.


Participou das seguintes revistas:
- Revista Caros Amigos Literatura Marginal - ato III. São Paulo: Editora Casa Amarela, 2004;
- Revista Trajetória Literária número 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 8. (org. Ademiro Alves - Sacolinha). São Paulo: Prefeitura Municipal de Suzano, 2005, 2006, 2007 e 2008;
- Revista Palmares II - Cultura afro-brasileira. Brasília: Fundação Cultural Palmares, 2006;
- Revista Grap – grafismo e poesia. São Paulo: Editora Unika, 2007;
- Revista Catarse. São Paulo: Editora Teatro da Neura, 2008;
- Revista Saúde e Sociedade. São Paulo: USP, 2009;

Teatro
- Pacífico Homem Bomba
- Peripécias de Minha Infância

Áudio e Vídeo
- Vídeo-documentário do Projeto Cultural Literatura no Brasil.
- Vídeo-documentário Literatura no Brasil II.
- Vídeo-Literatura/Projeto Experimental (poemas, contos e cordel)
- Vídeo-Documentário Pavio da Cultura 5 anos
- CD de Literatura I e II
- Vídeo-Literatura II e III

PRÊMIOS

- III Mostra de Talentos – Escola Oswaldo de Artes
- Universidade Mogi das Cruzes – Melhor interpretação e Melhor poesia
- Prêmio Cooperifa 1, 2, 3 e 4
- Prêmio Davi Capistrano – Cidade de Bauru
- Prêmio Netinho – Militância cultural

ENTREVISTAS

Rádio
- CBN – Programa Revista CBN
- Band News
- Rádio Globo
- Rádio ABC
- Rádio Metropolitana
- Rádio DS FM
- Rádio Unesp FM
- Rádio Sorriso FM – Candelária - RS

TV
- TV Diário (junho – 2007)
- Metrópolis – TV Cultura (agosto – 2007)
- Programa do Jô - Rede Globo de Televisão (outubro – 2007)
- ALLTV – TV pela internet (novembro – 2007)
- Programa Manos & Minas – TV Cultura (2008/2009/2010/2011/2012/2013)
- UPFTV – TV da Universidade de Passo Fundo – RS (agosto – 2008)
- TV USP – Programa Quarto Mundo – (novembro – 2008)
- Programa Provocações - TV Cultura (janeiro - 2009)
- Sala em debate – Canal Futura (outubro - 2009)
- JUSTV – TV pela internet (setembro 2010)
- Bom dia Amazônia – Sucursal Rede Globo (novembro – 2010)
- ABCD em Revista – TVT – São Bernardo do Campo – SP (fevereiro – 2012)
- Ideias em debate – Livre Opinião – São Carlos – SP (novembro – 2014)
- Suburbano Entrevista – Youtube – São Paulo – SP (fevereiro – 2016)

Revista
- Época
- Vida Simples
- Rap Brasil
- Da Rua
- Da Hora (revista do jornal Agora São Paulo)
- Almanaque Brasil

Jornais
- Folha de São Paulo
- Jornal da Tarde
- Estado de São Paulo
- Diário de São Paulo
- Agora São Paulo
- Diário de Suzano
- Diário de Mogi
- Mogi News
- Diário do Alto Tietê
- Jornal Sete
- Boletim do Kaos
- Folha Metropolitana

LUGARES DE VIDA E VIAGEM

- São Paulo
- Rio de Janeiro
- Minas Gerais
- Rio Grande do Sul
- Ceará
- Brasília
- Rondônia
- Paraná
- Rio Grande do Norte
- Mato Grosso do Sul
- Acre
- Paraíba

2 comentários:

  1. Sacolinha ,parabéns pelo blog e pelo seu trabalho, tenho acompanhado as suas postagens, que inclusive têm me inspirado a mover ações aqui na periferia do DF. Fiquei encantada especialmente com a comunidade do conto, gostaria muito de estar com vocês em um dos encontros, vcs recebem apenas o povo da cidade? Abraços fraternos e muita luz na sua caminhada.
    Cristiane Sobral

    ResponderExcluir
  2. Salve! Você é exemplo grande para estudantes e educadores! Acabei de conhecer sua história e estou encantada! Que currículo! Quanta ação! Já produziu mais do que muita gente de noventa anos!Parabéns por ser assim... Kátia

    ResponderExcluir